Skip to content

B.M.F – BLACK MAFIA FAMILY – PARTE II

11/08/2010

U$ 576.000,00 apreendidos pelas autoridades

TEMPOS DE OURO

Fortalecido o seu contato mexicano, a B.M.F. instaurou pontos de distribuição no Alabama, Tennessee, Kentucky, Georgia, Missouri, California, Texas, North Carolina, Florida e, principalmente, em Atlanta, onde dominava o tráfico.

Após a investigação policial, foi estimada que a B.M.F., na época, possuía por volta de 500 membros, entre traficantes menores, distribuidores e os responsáveis pela lavagem do dinheiro obtido com a atividade ilícita.

Por volta de 2001, os irmãos se desentenderam, e Southwest T se mudou para Los Angeles para cuidar dos próprios negócios, enquanto Big Meech ficou em Atlanta. Em 2003 os irmãos difícilmente se falavam, sendo que Southwest T, em uma conversa com sua irmão, grampeada pela polícia, afirma seu descontentamento com o excesso de atenção que Big Meech estava atraindo para a organização, devido à sua vida noturna.

Através diversos testemunhos, foi descoberto que a parte de Big Meech da organização funcionava da seguinte maneira: em Atlanta, foram distribuídos quatro depósitos com seus respectivos apelidos, “The Gate”; “The Horse Ranch”; “Space Mountain” ou “Bugsy Siegel”; e “The Elevator”.

O depósito "Space Mountain" em Atlanta.

Aproximadamente cada 10 dias, carregamentos escondidos em carros customizados abasteceriam o depósito com cerca de 100-150 kg de cocaína, cada quilo no valor de U$ 20.000,00. Os distribuidores, tendo feito o pedido antecipadamente, comunicavam que o transporte estava pronto para a transação.

Dependendo o tamanho do pedido, os distribuidores se dirigiam diretamente à um dos depósitos, onde efetuavam a compra em dinheiro, geralmente em bolos de U$ 5,000. Concretizada a troca, o dinheiro recebido era colocado em um dos veículos customizados e levado até os responsáveis pelo contato mexicano.

Outro método utilizado para o abastecimento dos depósitos era a obtenção da droga por meio de containers em aeroportos clandestinos, contendo por volta de 150-200 kg da droga.

A fortuna da organização ultrapassava os 250 milhões de dólares.

Confira a história da B.M.F.:

Parte I

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: